Dicas de alimentos saudáveis e seus benefícios

Muitas vezes sentimos a necessidade de mudar nossos hábitos, em busca de uma vida mais saudável e equilibrada. O primeiro passo para essa transformação acontecer é focar em uma dieta equilibrada, que priorize alimentos naturais, ricos em fibras, vitaminas e minerais e, com isso, tragam inúmeros benefícios para o nosso corpo. Confira algumas dicas desses alimentos com a nutricionista Tatiana Ferraz [CRN3: 16963]:

abacate é riquíssimo em gorduras boas, tem baixo teor de açúcar e é também rico em um dos mais poderosos antioxidantes, a glutationa.
Dica de uso: em shakes, na versão mousse, na salada ou como guacamole.

O óleo de coco é uma das melhores fontes de gordura encontradas. É rico em ácido caprílico e láurico, que aumentam a imunidade. É um ótimo pré-treino, pois sua absorção é quase que imediata.
Dica de uso: com o café (bulletproof), para cozinhar, grelhar, usar em receitas de bolo, panquecas, etc.

O ovo é rico em colina, que é excelente para a saúde cerebral, sendo um dos alimentos mais completos.
Dicas de uso: Mexido, pochê, cozidos, em receitas.

A quinoa é fonte de proteína e é uma excelente alternativa em dietas restritivas como a vegana, de doença celíaca ou sensibilidade ao glúten. Possui propriedades anti-inflamatórias por conter ômega-3 e 6, se tornando assim, aliada na prevenção de doenças cardiovasculares. As vitaminas do complexo B também estão presentes na quinoa e atuam no funcionamento do sistema nervoso, na manutenção muscular e síntese de hormônios. É rica em minerais, como cálcio e zinco. Com isso, auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, além de conter uma quantidade de fibras que favorece o peristaltismo intestinal e sensação de saciedade, ajudando no emagrecimento.
Dica de uso: hamburguinhos, bolinhos, base de tortas, risotos, acompanhando a salada.

As frutas vermelhas são frutas super concentradas em nutrientes e tem baixo índice glicêmico. São riquíssimas em antioxidantes, sendo excelentes para a saúde da pele e circulação sanguínea (por isso boa para a saúde cardiovascular, memória e celulite, por exemplo).
Uma curiosidade: quem come peixes deveria caprichar no consumo de morangos. Isso porque estudos mostram que as fibras dessa fruta ajudam a reduzir a concentração do metal tóxico como o mercúrio no organismo, que está presente em grande parte dos peixes. Mas tem que investir no orgânico, certo? 
Dica de uso: simplesmente puras, em shakes ou em recheios de tortas.

A curcumina ou açafrão da terra auxilia na redução de muco do sistema, conforme apontado pela medicina ayurveda por milênios. Na Índia, a cúrcuma reina soberana como uma das principais ervas medicinais.

A combinação de curcumina + piperina é um excelente suplemento para o bem-estar e melhora da saúde em geral, um tônico cerebral e um valioso preventivo para problemas relacionados a idade, além de um poderoso aliado no tratamento de doenças diversas. Seus benefícios vão além desses:

  • antioxidante que ativa os antioxidantes do organismo;
  • efeito anti-inflamatório solidamente comprovado;
  • efeito anti-muco;
  • manutenção da saúde cerebral

Dicas de uso: como tempero em todas as preparações salgadas, no suco detox.

A pimenta, além de vitaminas A, E e C, minerais, ácido fólico, zinco e potássio, possui piperina na pimenta do reino e capsaicina na pimenta malagueta, que atuam como potente termogênico natural. Elas possuem efeito digestivo, estimulando a produção de suco gástrico, reduzem flatulências, estimulam a cicatrização de feridas e têm ação antioxidante para proteção do DNA.

azeite de oliva é rico em óleos monoinsaturados, além de trazer saciedade e sabor para qualquer prato.
Dica de uso: cru, ao final de todas as refeições e na salada.

As proteínas, sejam animais ou vegetais, como quinoa, lentilha e grão de bico, são indispensáveis para a reconstrução de músculos e para aumentar a saciedade ao longo do dia.
Dica de uso: peixe e frango grelhados, hambúrgueres vegetais e proteínas em shakes para enriquecer alguns lanches.

Com essas opções saborosas fica fácil ter uma alimentação mais equilibrada. Agora é só começar!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *