Meia Maratona de Nova Iorque

Post 149 - a

Patrícia Prado Fiori é médica veterinária, casada, têm duas filhas, uma agenda lotada e ainda consegue arrumar tempo para correr. Mora em Campo Grande (MS) e treina há mais de 15 anos. Depois de participar de algumas provas de 10 km resolveu se aventurar em sua primeira meia maratona e para isso escolheu a Meia Maratona de Nova Iorque, que aconteceu dia 16 de agosto desse ano: “Sempre obtive resultados não muito animadores nas provas de 10 km por isso resolvi começar a treinar em um grupo de corrida para melhorar meu desempenho. No grupo conheci as meninas, que já estavam planejando a viagem para Nova Iorque, e decidi me preparar também. Foi então que começamos a correr juntas.” conta Patrícia.

Como todas as atletas têm a mesma faixa etária e o mesmo condicionamento os treinos específicos para a prova foram bem parecidos. Algumas já haviam participado de meias maratonas e por isso Patrícia teve que suar a camisa para acompanhá-las: “Fiz um teste de esforço físico para encontrar meu limite nos treinos e como somos bastante preocupadas com a alimentação seguimos as dicas de uma amiga que frequenta o nutricionista. Antes de partir participamos de uma prova de 10 km e percebi como melhorei meu tempo e disposição. É muito bom quando treinamos com um objetivo pré-definido”.

Post 149 - b

Já em Nova Iorque as meninas realizaram quatro treinos semanais. No dia da prova a ansiedade tomou conta: “Parecia que estávamos num seriado de TV. O dia estava magnífico e quando saímos do Central Park para a 7th Avenue foi incrível. Comecei a correr como se tivesse turbo nos pés!”

Depois de 02:07:00 Patricia pôde comemorar e se refrescar com as toalhas geladas entregues pela organização do evento: “Logo depois da prova fomos para uma praça em frente a Estátua da Liberdade, sentamos na grama e sentimos uma ótima sensação de dever cumprido. Participar da Meia Maratona de Nova Iorque e começar minha carreira de meia maratonista foi a realização de um sonho.”

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *