Posts

Descubra a legging perfeita

A calça legging é companheira essencial no treino e na vida, mas, apesar de muito confortável, ainda causa certa insegurança por ser um modelo justo e evidenciar o corpo.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para que a peça possa se tornar uma aliada e não uma inimiga, optando pelo melhor modelo para qualquer que seja a vontade no look:

MELHOR PERFOMANCE

Se a intenção é se exercitar com mais eficiência, vá de microfibra. As calças neste tecido têm um toque macio e sedoso, além de ajudar na recuperação dos músculos. Outra opção é a legging de fibra de poliéster e elastano, que proporciona maior maleabilidade e liberdade de movimento.

 

DISFARCE DAS MARCAS

Dê adeus às marcas de celulite ou de calcinha. As leggings estampadas ou texturizadas dão efeito ótico e camuflam as pequenas imperfeições. Uma dica extra: tenha certeza que o material da calça não seja fino e, consequentemente, transparente.

SILHUETA ALONGADA
A melhor forma de fingir alguns centímetros a mais é apostar em peças de cores lisas, preferencialmente pretas, e que deixam a cintura marcada. Assim, a impressão é de que as pernas são mais longas e você, mais esguia. Dê preferência para modelos que sejam mais compridas, chegando ao peito do pé.

3
MODELAR O CORPO
A cor preta em roupa passa a sensação de silhueta mais fina, então, se é essa a sua intenção, vale apostar nela sempre – melhor ainda se o tecido é mais grosso ou duplo, que sustentam e valorizam as formas.

4

Agora é só partir para o treino e deixar as inseguranças para trás!

Conheça os benefícios da Goji Berry

Conhecida como um superalimento, a goji berry, fruta originária do Tibete e muito famosa entre os orientais, ganhou força nos últimos tempos por aqui e se tornou a queridinha dos nutricionistas e das pessoas que prezam por uma alimentação e estilo de vida saudáveis. Ela é fonte de nutrientes como a vitamina C, complexo B, flavonoides e carotenoides, que possuem ação antioxidante e trazem grandes benefícios à saúde e ajuda na perda de peso.

Curioso para saber mais benefícios da goji berry?

Melhora da visão: os compostos de flavonoides e carotenoides presentes na fruta ajudam a prevenir a degeneração macular, protegendo a saúde dos olhos.

Auxílio na saúde cardiovascular: as vitaminas do complexo B contidas na fruta reduzem a substância que eleva o risco cardíaco. Ah, e sabia que ela também controla os níveis de colesterol ruins?

Combate o estresse: fonte de zinco, a frutinha desempenha papel oxidante, combatendo o estresse. Com isso, é possível prevenir o aparecimento de doenças como o câncer, além de tardar o envelhecimento da pele.

Auxílio no intestino: a berry também é rica em fibras, que são importantes para o bom funcionamento do intestino.

Ajuda no emagrecimento: por conter baixa quantidade de calorias, é grande aliada nas dietas de redução calórica, além de estimular o metabolismo e melhorar o rendimento nos exercícios.

Concorda que esses são motivos mais do que convincentes para experimentar a goji berry?

Compartilhe conosco as melhorias que percebeu em sua saúde e na prática de atividades físicas após inseri-la em sua alimentação!

O guia para um bom ciclista urbano

foto: @rafawinicki

Como?

Pedalar pela cidade pode não ser tão simples quanto parece. Essa prática requer alguns cuidados indispensáveis aos ciclistas, e ao contrário do que muita gente pensa, andar de bike pela cidade não é pedir para se acidentar. Existem cuidados que podem te ajudar a alcançar um alto nível de segurança quando bater aquela vontade de pedalar nas ruas.

Não pedale na contra mão: Enxergar os carros enquanto pedala pode dar uma sensação de segurança, mas ela é ilusória. Acredite. Em uma colisão frontal por exemplo, o impacto é muito maior, sem contar que saídas de garagens, pedestres e motoristas só esperam veículos no sentido da via.

Não pedale nas calçadas: Muita gente acha que as calçadas são uma boa saída pra quem quer pedalar na cidade mas quer se ver livre de uma colisão com um carro. Nada disso! Alí é lugar de pedestres, e é preciso respeitar para ser respeitado.

Monitore sempre o trânsito: É muito importante ficar de olho no que acontece a sua volta, inclusive atrás de você enquanto você pedala. Olhar rapidamente por cima do ombro, mas sem descuidar do que está à sua frente, claro, é uma boa solução para isso.

Quando?

Pras atividades físicas em geral, não existe um melhor horário para praticá-las; para pedalar é a mesma coisa. Alguns preferem ir pela manhã e aproveitar a disposição do inicio do dia, alguns preferem reservar algumas horinhas durante a tarde, e tem até quem prefira fazer isso no período da noite. Depende muito da sua agenda e da sua disposição em determinados momentos do dia.

Embora não exista comprovação de que um horário seja melhor do que o outro, cada um conhece bem o seu relógio biológico, e sabe bem qual é aquela hora ideal para encarar a relação com o pedal.

Onde?

Os melhores lugares para pedalar em São Paulo:

Nem todo mundo sabe, mas a CET mantém em São Paulo um mapa atualizado com as ciclovias permanentes da cidade. Isso torna ainda mais fácil a missão de encontrar um lugar legal pra pedalar. Confira:

Tribus Adventure

http://www.tribusadventure.com/

Suco Rosa e os seus benefícios

Se você achou que a moda dos sucos ia parar no famoso suco verde, se enganou. Bastou a publicação do Professor Andy Jones no Journal of Applied Physiology aqui e as ‘fit-atrizes’ hollywoodianas saíram em defesa do Pink Juice, como é conhecido lá fora. Desde então, ele se tornou o queridinho no mundo fitness.

O suco rosa é composto basicamente por beterraba crua misturada com laranja. Esta combinação promete melhorar em até 10% o desempenho físico e pode ajudar na recuperação dos músculos de quem pratica exercícios físicos. O consumo antes do treino aumentaria a energia e no pós-treino ajudaria na recuperação do músculo.

 

 

Ingredientes:
– 1 beterraba pequena
– Suco de 1 laranja
– 1/2 copo de água gelada
– 1/2 iogurte natural e desnatado

Bater tudo no liquidificador.
Rende em média 1 copo grande e possui 70 calorias.

Fernanda Scheer Nutricionista Funcional

http://www.fernandascheer.com.br

Lanches saudáveis e hidratantes para o verão

O verão está aí e o que isso significa? Que o nosso corpo precisa se manter saudável e hidratado, tanto por dentro, quanto por fora. Uma boa alimentação pode ser uma grande aliada na hora de manter o corpo em ordem. Lanches rápidos, práticos, saborosos e que hidratam o corpo são uma boa pedida.

Se não conseguir almoçar ou jantar, prefira lanches rápidos com carnes grelhadas, frango desfiado, atum e pão de integral, acompanhados de saladas e frutas ou sucos de frutas naturais. Esses lanches são sempre opções melhores do que fast-foods, refrigerantes, batatas fritas e salgadinhos de pacote. Veja algumas dicas do nosso nutri parceiro Thiago Sacchetto:

 

Sanduíche Caipira


Ingredientes:

1 pão de forma integral
2 colheres (sopa) de frango cozido e desfiado
1 colher (sopa) de milho-verde
1 colher (sopa) de cenoura ralada
1 colher (chá) de salsinha picada
1 colher (sobremesa) rasa de requeijão light
1 folha de alface americana cortada em tirinhas finas
2 fatias de tomate
Uma pitada de sal

 

Sanduíche Natural

Ingredientes:

2 fatias de pão de forma integral
2 fatias finas de frios light (ex.: peito de peru s/ capa de gordura)
2 fatias de queijo branco + salada a gosto (ex.: alface, tomate e cenoura)

 

Wrap

Ingredientes:

2 fatias de pão folha
2 fatias de peito de peru light ou 2 colheres de sopa de atum/sardinha
2 fatias de queijo branco ou mussarela de búfala
1/2 cebola picada
1 colher de sopa de tomate picado (ou 3 tomates cerejas picados)

 

 

Thiago Sacchetto – Nutricionista formado em Mestre em Ciências da Saúde pela UNIFESP/EPM. Especialista em Saúde, Nutrição e Alimentação pela UNIFESP/EPM. Especialista em Nutrição Clínica pela ASBRAN.

Exercícios de baixo impacto

Os exercícios de baixo impacto são a opção ideal para quem tem alguma restrição física e precisa fazer exercícios lentos e eficientes, são mais recomendáveis para as pessoas que estão começando uma atividade física, ou para os já veteranos que estão se recuperando de alguma lesão.

 

Nara Marques (@marquesnara) usa Linha Essence

 

O mais comum hoje é o Pilates, o famoso exercício praticado com bola, que também são conhecidas como “bolas do equilíbrio”. É uma forma super divertida de manter o corpo saudável e equilibrado sem precisar se submeter a séries mais intensas.

 

Atividades como essa queimam calorias, melhoram o condicionamento físico e, de quebra, trabalham a musculatura do corpo sem sobrecarregar ossos ou articulações.

 

Para os que desconhecem o que difere os exercícios de alto e os de baixo impacto, a diferença entre eles é basicamente a intensidade com que o seu pé toca o chão, sobrecarregando músculos e articulações. Realizar exercícios de baixo impacto, além dos movimentos serem executados com mais facilidade e não exigirem tanto condicionamento físico,  promove um aumento rápido no fluxo sanguíneo, o que faz a dor muscular diminuir.

 

Para quem precisa começar a praticar algum exercício de baixo impacto, deixo minha sugestão com 10
opções de exercícios: Caminhada, Natação, Pedalar, Alongamento, Musculação, Hidroginástica , Yoga, Pilates, Golfe e Remo.

 

Juliana Cabral Meireles
Personal Trainer – Brasília – DF
@julianacabralm
Esp. Treinamento de Força e Musculação – UNB

Os 5 melhores aplicativos gratuitos para Fitness do mês

Com a tecnologia muita coisa facilitou na hora de praticar esportes, né? Agora conseguimos registrar todos os resultados em tempo real e depois analisar qual foi nosso melhor desempenho. Se você não conhece nenhum aplicativo para te ajudar na hora da atividade física, nós preparamos uma lista dos top 5 do mês de Abril. Confira todos eles e já vai preparando o download. ;D

5 – On The Go Pilates

Esse aplicativo é super legal para criar sua própria rotina e dispensar a ajuda de equipamentos na hora do pilates. Ele apresenta vídeos com vários exercícios, incluindo aquecimento, atividade para pernas, braços e abdômen.

4 – Yoga Free

O Yoga Free foi feito para auxiliar os praticantes de ioga e iniciar com facilidade os que desejam aprender. Com ele você tem acesso a mais de 200 poses, indo do nível fácil ao avançado. Legal, né?

3 – Workout Trainer

Conhecido como o personal trainer de bolso, esse aplicativo orienta muito bem os seus treinos. Além de indicar exercícios de acordo com o seu perfil, os vídeos explicativos vão aumentando a intensidade conforme seu desempenho.

2 – Lose It!

Esse app para auxiliar sua dieta oferece funções incríveis, como definir metas, acompanhar suas refeições e exercícios e gerar relatórios. Além disso, você também pode compartilhar seus resultados nas redes sociais.

1– Strava Cycling

Se o seu esporte preferido é o ciclismo, o Strava Cycling garante ótimos resultados. Ele grava e mede suas atividades em mapa, tempo, distância, ritmo, elevação e calorias.  E mais: ainda dá pra comparar os resultados com outros usuários.

Bônus – Track&Field REALTIMERUN

É claro que não podia faltar o aplicativo definitivo para corredores da Track&Field. Além de calcular distância, tempo, ritmo, o app permite que você interaja com outros corredores, crie grupos de corridas, receba alertas em tempo real sobre seu treino e ainda te mantém informado sobre o circuito RUN SERIES. Você vai adorar!

Exercícios no verão

 

 

O Verão está chegando e a preguiça está cada vez mais longe, muitos aproveitam a época mais quente do ano para perder aqueles quilinhos a mais adquiridos no inverno e ficar com o corpo em dia.
 
As opções para se exercitar são muitas, desde uma esporádica caminhada suave a treinos diários intensos. Para que isso ocorra sem prejudicar a saúde a Track&Field trouxe para você 10 dicas muito importantes:
 

1. AVALIAÇÃO MÉDICA

Antes de iniciar a prática de atividades físicas é necessário fazer uma avaliação médica, incluindo exames como eletrocardiograma e hemograma. Atenção especial para diabéticos e hipertensos, que devem tomar uma série de cuidados.
 

2. ESCOLHA DO EXERCÍCIO

Parece óbvio, mas a escolha do tipo de exercício físico é fundamental para que a prática perdure durante todo o ano. A pessoa deve analisar o seu estilo de vida e avaliar se tem mais aptidão para exercícios aeróbicos, musculação ou se é melhor iniciar com uma caminhada. Há inúmeras opções como, por exemplo, aulas de circo. Na prática, o exercício deve ser um momento de lazer!
 

3. HIDRATAÇÃO

A ingestão de líquidos, isotônicos e água, deve ser prioridade antes, durante e depois da prática de atividades físicas. Com a alta temperatura, o corpo perde mais água e sais minerais inclusive sódio, o que eleva o risco de tonturas e mal-estar. Jamais considere nessa lista bebidas alcoólicas ou que contenham cafeína, já que essas substâncias são diuréticas e aceleram o processo de perda de líqüidos.
 

4. USAR ROUPAS ADEQUADAS

É muito natural que com tanta gente nas ruas, parques, praças e praias, as pessoas queiram caprichar na roupa. No entanto, na hora de praticar exercícios, vale a elegância da simplicidade. Tecidos que facilitam a secagem do suor e roupas que não apertam são os mais adequados. Quanto ao calçado, vale a dica de sempre: tênis!
 

5. HORÁRIOS CERTOS

Os exercícios ao ar livre não devem ser realizados em qualquer horário. Os mais adequados são início da manhã, até as 10 horas, e após às 16 horas. Nesses horários, o risco de doenças decorrentes da exposição excessiva ao sol como câncer de pele são menores. Além disso, você evita o envelhecimento precoce. Vale lembrar que o horário indicado é o real, não o horário de verão!
 

6. PROTEGER A PELE

Um bom protetor solar é um dos principais aliados da prática de atividades físicas ao ar livre. Na compra, priorize um bom produto, com fator 30. Na praia, o cuidado deve ser redobrado, já que a areia branca é refletora dos raios solares.
 

7. RESPIRAR CORRETAMENTE

A sensação de falta de ar tão comum à prática de exercícios no verão pode ser evitada se o praticante respirar corretamente. As dicas são:

  • Inspirar pelo nariz, que tem mecanismos para filtrar o ar e permite uma ventilação mais eficiente e segura.
  • Para expirar, o melhor é utilizar a boca, o que torna a troca de ar mais rápida, já que a boca é bem maior do que as duas narinas
  • Quando o esforço é grande, a tendência é inspirar também pela boca. Quando isso ocorre, o ideal é diminuir o ritmo e respirar profundamente, contando até cinco, para voltar a inspirar pelo nariz e expirar pela boca.
  • Um dos pontos mais importantes é o equilíbrio entre a quantidade de oxigênio colocada na circulação sanguínea pela respiração e o gasto desse oxigênio. Uma dica é equilibrar pelo número de passadas: quatro para inspirar, outras quatro para expirar.

8. ALONGAMENTO

O alongamento é a palavra-chave para a prática de exercícios físico em todas as estações. No entanto, o verão faz com que muita gente pense que o alongamento é dispensável. Vale lembrar que é o alongamento que torna a prática de exercícios mais segura e eficiente, por reduzir o risco de lesões e cãibras. Para fazer o alongamento, inicie da seguinte forma:

  • Apoiar as mãos na parede, flexione o joelho da perna direita à frente do corpo, enquanto a outra fica estendida para atrás. Troque a posição, utilizando a perna esquerda.
  • Apoiar a ponta do pé direito na beirada da calçada e deixe que o calcanhar se abaixe. Repita o movimento com o pé esquerdo.
  • Apoiar a perna direita na parede e direcione o tronco em sentido do pé. Repita o alongamento com a perna esquerda.
  • Sentar-se com os pés juntos (formato borboleta), deixando que os joelhos caiam para os lados. Mantenha o corpo ereto, alinhando a coluna.
  • Separe as pernas e desça com as mãos em direção ao chão. Deixe seu corpo relaxar completamente. Não é necessário tocar o chão.
  • Entrelace os dedos e eleve as palmas das mãos juntas para cima. Eleve os calcanhares durante o exercício.

9. REGULARIDADE

A prática de exercícios físicos deve ser regular e durar, no mínimo, 30 minutos. Sem a regularidade é muito difícil conquistar condicionamento físico! Os exercícios físicos devem ser realizados de forma regular três vezes por semana, com intervalo entre as sessões de 24 a 48 horas. Para pessoas com mais de 60 anos, o exercício mais indicado, no caso de prevenção da osteoporose é a caminhada, que deve ser realizada por aproximadamente 40 minutos, antecedidos por aquecimento e finalizados com um alongamento muscular. A intensidade do exercício deve ser de 60% a 90% da freqüência cardíaca máxima (própria para a idade), de preferência avaliada por meio de consulta médica, complementada pelo teste de esforço.
 

10. LIVRAR A MENTE DE PREOCUPAÇÕES

Quando sair para caminhar ou para realizar outros exercícios, deixe as preocupações de lado. A prática de atividades físicas deve ser encarada como um momento de lazer, de cuidado com a mente e o corpo. O risco de lesões que são resultados de erros cometidos por distração é muito grande. Tente cultivar bons pensamentos!

 
 
 
Fonte: Rádio Mundial

Playlist

Post 76

Bárbara Niele, 35 anos, jornalista, Brasíla (DF)

1. Caetano Veloso – Tropicalia
2. Coldplay – Clocks
3. Buena Vista Social Club e Arctic Monkeys – Dancing Shoes
4. Aerosmith – Livin on The Edge
5.
Eddie Vedder – Hard Sun

O TFLive quer saber o que rola no seu mp3 durante a corrida. Para participar da seção Playlist mande um e-mail para: cl@tf.com.br

Playlist

Post 33
Alfredo Lopes, 22 anos, produtor de TV, São Paulo (SP).

“Corro e treino na academia ao menos quatro vezes por semana e sem o meu iPod não tem a mínima graça. Nada como ouvir um bom som pra dar aquela agitada e também um up no humor. Adoro música!”

1. Daft Punk – Technologic
2. Calvin Harris – I Created a Disco
3. Ke$ha – Blow
4. CSS – Let’s Make Love And Listen to Death From Above
5. P!nk – Raise Your Glass

TFLive quer saber o que rola no seu mp3 durante a corrida. Para participar da seção Playlist mande um e-mail para: cl@tf.com.br