#SpotTF Belo Horizonte | 4 cenários de tirar o fôlego

Combinação perfeita entre a natureza e a cidade, Belo Horizonte traz a inspiração que os esportistas procuram. O clima bucólico se mistura com projetos de Oscar Niemeyer, Portinari e Alfredo Ceschiatti, e os famosos jardins de Roberto Burle Marx, criando cenários com personalidade. Confira quatro spots imperdíveis:

Foto: Dilvulgação

Igreja São Francisco de Assis

Projetada por Oscar Niemeyer, a Igreja é considerada um marco da arquitetura moderna brasileira. No exterior dela há um painel de azulejos de autoria de Candido Portinari, representando São Francisco de Assis. Vale correr pela orla da Lagoa e fazer uma pausa para observar os jardins projetados por Burle Marx ao redor da igreja.

Foto: Divulgação

Praça da Liberdade

Construída a partir de 1895, a Praça da Liberdade tem uma arquitetura eclética, mas com influência neoclássica. Com o tempo, incorporou novos prédios, como os modernos Edifício Niemeyer e a Biblioteca Pública, arquitetados pelo próprio Niemeyer, além do Palácio Cristo Rei em estilo Art Decó e o pós-moderno Rainha da Sucata. Atualmente, os prédios que sediavam as Secretarias de Estado abrigam os museus do Circuito Cultural Praça da Liberdade. Um ótimo lugar para correr ou praticar yoga e alongamentos.

Foto: Divulgação

Cidade Administrativa 

Dando um fôlego a mais para a Praça da Liberdade, a Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves foi criada para concentrar os prédios dos órgãos do governo de Minas. Mais uma vez, o projeto foi criado por Oscar Niemeyer, dando vida às construções do local, com curvas, vãos livres e fachadas de vidro. O mais recente cartão postal da capital mineira é ideal para fazer caminhadas e andar de skate, patins ou bicicleta.

Foto: Divulgação

Museu de Arte da Pampulha 

A construção foi o primeiro edifício do Complexo da Pampulha, idealizado por Kubitschek a partir dos anos 40 com o objetivo de modernizar a região. O prédio funcionou como um cassino até 1947, quando o general Gaspar Dutra proibiu a jogatina em todo o território nacional, e passou a funcionar como museu de arte em 1957. Os jardins que circundam o prédio, criados pelo paisagista Burle Marx, são ótimos para praticar yoga ou fazer uma caminhada.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *